Marcos Santana lidera com folga a corrida eleitoral em São Cristóvão

0
670

SÃO CRISTOVÃO, SE (POLÍTICA A JATO) – Em pesquisa obtida com exclusividade pelo o Política a Jato e produzida pelo Instituto França de Pesquisa (IFP), o prefeito de São Cristóvão aparece em situação confortável na corrida eleitoral de 2020.

O Instituto ouviu 700 pessoas por telefone em 17 regiões do município. A margem de erro é de 3,6% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TRE sob o número SE-07815/2020 e foi realizada entre os dias 05 e 09 de maio.

Na modalidade espontânea, ou seja, quando não são oferecidos ao entrevistado os nomes dos possíveis candidatos, Marcos Santana, atual prefeito, aparece com 16,9% das intenções de voto.

O instituto pergunta ao eleitor: se a eleição de prefeito de São Cristóvão fosse hoje, em que o senhor votaria? (ESPONTÂNEA)

Marcos Santana – 16,9%

Neto Batalha – 8,2%

Adilson Júnior – 7,1%

Gedalva de Umbaumbá – 6,5%

Coronel Rocha – 1,1%

Fábio Henrique – 0,6%

Betão do Povo – 0,4%

Lilo Abençoado – 0,2%

Augustinho – 0,2%

NH/BRANCO/NULO – 5,3%

NÃO SABE/INDECISO – 53,5%

Na modalidade induzida, ou seja, quando são apresentados ao eleitor os possíveis caniddatos a prefeito do município, Marcos Santana continua liderando com folga, mas dessa vez, seguido por Gedalva Umbaumbá.

O IFP pergunta: Em qual destes candidatos a Prefeito o Sr(a) votaria se as eleições fossem hoje? (Induzida)

Marcos Santana 32,3%
Gedalva Umbaubá 14,7%
Adilson Jr, irmão de Fábio Henrique 11,1%
Neto Batalha 10,8%
Coronel Rocha 3,8%
Betão do Povo 3,4%
Carlos Vilão 2,7%
NH/Branco/Nulo 13,6%
Não sabe/Indeciso 7,6%

A pesquisa também mostra o cenário da rejeição, ou seja, em que o eleitor não votaria, e pergunta: Em qual destes candidatos a Prefeito o Sr(a) NÃO VOTARIA DEJEITO NENHUM se as eleições fossem hoje?

Neto Batalha 37,3%
Marcos Santana 18,6%
Carlos Vilão 8,7%
Betão do Povo 5,6%
Gedalva Umbaubá 3,7%
Coronel Rocha 2,3%
Adilson Jr, irmão de Fábio Henrique 1,3%
NH/Branco/Nulo 15,0%
Não sabe/Indeciso 7,4%

Vale lembrar que a pesquisa foi realizada por telefone por conta da Pandemia do novo Coronavírus, mas a sua metodologia segue o mesmo padrão de confiança da pesquisa de campo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui