Para incluir Sergipe na nova Previdência, Belivaldo precisa apenas da maioria simples da ALESE

    0
    328

    SERGIPE, (POLÍTICA A JATO) – As discussões sobre a reforma da previdência do Estado Sergipe começaram após o Senado Federal aprovar a chamada PEC Paralela, que inclui estados e municípios na previdência federal.

    Se for aprovada na Câmara dos Deputados e sancionada pelo presidente da República, o governador Belivaldo terá que pedir a ALESE a aprovação de uma Lei Ordinária para incluir Sergipe no novo modelo previdenciário do País.

    Para isso, o governador precisa apenas da maioria simples da Assembleia Legislativa. Ou seja, a presença de 13 dos 24 deputados estaduais.

    Assim, para aprovar a Lei Ordinária e mudar a previdência do Estado, seriam necessários 7 votos favoráveis e 6 contra.

    Vale lembrar que, além de ter a maioria na ALESE, o governador ainda poderá contar com alguns votos da oposição, já que alguns já se manifestaram favoravelmente a reforma da previdência no Congresso Nacional.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui