Gilmar Carvalho não consegue justificar o voto favorável ao projeto de Eduardo D’Ávila

    0
    364

    SERGIPE, (POLÍTICA A JATO) – O deputado estadual pelo PSC de Sergipe, o radialista Gilmar Carvalho, tentou justificar o porquê de ter votado favorável ao projeto do colégio de procuradores do estado de Sergipe.

    O parlamentar, usando o seu programa na Rádio Jornal na manhã de ontem (31), disse que não iria votar de acordo com os interesses da Associação Sergipana do Ministério Público (ASMP), tampouco dos procuradores de justiça.

    No entanto, Gilmar não revelou o motivo de ter votado a favor do projeto. O deputado falou, falou, falou e não disse nada.

    Carvalho tentou colocar em dúvida a lista assinada pela maioria dos promotores de justiça que pedia aos deputados o voto contrário ao projeto. Vale lembrar que todas entidades de classes também apoiavam a luta dos promotores.

    Ao que parece, Gilmar buscou uma justificativa, mas não encontrou. Até porque se ele diz que segue a maioria, deveria seguir com o voto contrário porque assim era o anseio da esmagadora maioria dos membros do Ministério Público.

    Para muitos, era preferível Gilmar ficar em silêncio do que tentar trazer uma narrativa que destoa do objetivo principal. Isso porque o parlamentar chegou até associar a luta da ASMP com a do Sinpol pelo OPC.

    “Repito, é um direito, e eu respeito, de que contrariamos a maioria dos promotores. Por que esse mesmo pessoal, em nome da maioria… aí não é uma suposta… é uma maioria verdadeira, não apoia publicamente a pretensão do Sinpol, Sindicato dos Policiais Civis, em ter na categoria o oficial da policia civil, que tem que passar por projeto?”, indagou Gilmar.

    Mais adiante, o parlamentar acusa a ASMP de agir com certo “interesse”, ao que ele chamou também de luta pelo poder entre promotores e procuradores.

    “Agora, quando o discurso da maioria, ou suposta maioria interessa, aí é fácil falar”, afirmou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui