Prefeita de Monte Alegre reduz repasse da câmara pela segunda vez em 2021

0
391

MONTE ALEGRE, SE (POLÍTICA A JATO) – O vereador Henrique de João Gogó (PSD) acusa a prefeita Nena de Luciano de não repassar corretamente o valor constitucionalmente legal da Câmara Municipal de Vereadores de Monte Alegre.

Segundo o parlamentar, o valor a ser repassado pela prefeitura é de um pouco mais de 129 mil reais extraído da receita tributária. No entanto, Nena não tem feito corretamente esse repasse, pelo menos é o que afirma o vereador.

De acordo com ele, em janeiro deste ano a prefeita enviou 100 mil reais. Já em fevereiro, ela enviou 93 mil que, na opinião do parlamentar compromete o balanço mensal financeiro da casa legislativa.

Com 39 mil reais a menos, como o que ocorreu agora neste mês, a Câmara terá dificuldades de pagar o salário de todos os servidores, bem como os subsídios dos 11 vereadores.

O vereador lembra que pode constituir crime de responsabilidade o repasse a menor do duodécimo em relação a proporção fixada na lei orçamentária.

O percentual do valor a ser enviado a Câmara para o exercício de 2021 é de 7% da receita tributária, conforme documento enviado pela CAT aos vereadores do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui