Prefeito de Poço Redondo exonera todos os cargos comissionados

0
1493

POÇO REDONDO, SE (POLÍTICA A JATO) – 15 dias após o resultado das eleições municipais, o prefeito de Poço Redondo, Dr. Júnior Chagas (Republicanos), assinou portaria que dispõe sobre a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados da administração pública.

A portaria de N° 107/2020 diz que ficam exonerados, a partir desta terça-feira (01), todos os cargos em comissão da prefeitura.

O gestor, reeleito para um novo mandato, não justificou o motivo da exoneração, mas a portaria leva em consideração o fim do exercício do mandato de 2017-2020.

No entanto, o ato ocorre justamente num período onde ainda se vive os reflexos da pandemia do novo Coronavírus, e às vésperas das festividades do ano novo.

O que parecia ser motivo para uma festa da vitória em Poço Redondo, agora se torna uma incerteza na vida de todos àqueles que votaram no atual gestor pensando em continuar com o famoso CC.

Vale lembrar que um levantamento divulgado pelo G1 nesta terça-feira (01) mostra que em 2020, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, municípios tiveram um ganho de caixa de R$ 45 bilhões até agosto.

Os gestores foram beneficiados com R$ 43,1 bilhões em transferências federais; Tiveram R$ 7,4 bilhões em pagamentos de dívidas suspensos; E só registraram R$ 5,5 bilhões em perdas com receita tributária.

Mesmo com o aumento de gastos adotado pelos municípios para combater os efeitos do coronavírus, o levantamento mostra que eles ainda teriam uma folga de caixa de R$ 23,9 bilhões.

Ou seja, o ato de exonerar todos os comissionados cai por terra se o discurso de qualquer prefeito for o de ajustar as contas públicas.

Ademais, o maior agravante desta situação é a demora para o servidor ser reconduzido ao posto de trabalho (se realmente for contrato novamente), e os riscos de perder direitos trabalhistas como décimo terceiro e férias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui