Porto da Folha: Dr. Juarez se defende e diz estranhar valor de 44 mil de dívida

0
315

PORTO DA FOLHA, SE (POLÍTICA A JATO) – O pré-candidato a vice prefeito de Porto da Folha, o cirurgião dentista Juarez Isidóro, se manifestou acerca da notícia veiculada pelo Política a Jato, onde ele figura como réu em uma ação cível envolvendo o arrendamento de uma clínica odontológica.

Juarez afirma que o processo ainda não foi julgado e que foram apenas dois meses de atrasos que, segundo ele, aconteceu porque o ponto não poderia ser sublocado, mas acabou sendo.

Ademais, Dr. Juarez diz estranhar a cobrança de mais de 44 reais porque a dívida inicial era de 12 mil reais.

“O que me causou estranheza é um valor de 12 mil se transformar em 44 mil reais”, afirma o cirurgião dentista.

O pré-candidato a vice alega que tentou por diversas vezes, através do seu departamento jurídico, negociar o valor da mora, mas a outra parte insistia em cobrar uma multa que, segundo Juarez, era exorbitante.

“Se não estava conseguindo pagar o aluguel (arrendamento), já que a clínica pertencia a terceiros e sublocação é irregular, como era que poderia pagar a multa?”, questiona Juarez.

Ele ainda afirma que antes de sair do negócio jurídico efetuou um pagamento no valor de 11 mil reais e garante ter o comprovante para provar.

O cirurgião dentista acrescenta ainda que teve sua renda reduzida pela metade o que, aparentemente, o fez sair do arrendamento.

“Na época janeiro de 2019 fui exonerado pela prefeitura por questões políticas e só retornei em agosto devido o processo seletivo, fazendo assim reduzir a minha renda em 50%”, conclui Juarez Isidóro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui