MP apura suposta contratação irregular de servidor em Lagarto

0
220

LAGARTO, SE (POLÍTICA A JATO) – A 1ª Promotoria de Justiça de Lagarto recebeu denúncia através da ouvidoria do Ministério Público, relatando uma suposta irregularidade na contratação de um servidor para o cargo de agente de eletricidade.

De acordo com o denunciante, a prefeita Hilda Ribeiro contratou por tempo determinado o homem identificado por Welisson de Oliveira Santos no dia 01 de maio de 2020.

Segundo consta na denúncia, Welisson não possui nenhuma qualificação técnica para a referida função e percebe R$1.817,50 (mil, oitocentos e dezessete reais e cinquenta centavos) da prefeitura.

O denunciante alega que a nomeação é uma contraprestação para o Welisson atacar às pessoas que fazem oposição à gestão da prefeita Hilda Ribeiro em redes sociais.

Ou seja, segundo a denúncia, o suposto nomeado não realiza nenhuma atividade como agente de eletricidade, sendo possivelmente um funcionário fantasma.

A 1ª Promotoria de Justiça de Lagarto agora realizará diligências no sentido de verificar a veracidade da manifestação registrada na ouvidoria do órgão ministerial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui