Promotor requisita informações sobre concessão de gratificações a servidores sem trabalhar, em Glória

0
299

GLÓRIA, SE (POLÍTICA A JATO) – O Promotor de Justiça, Dr. Alex Maia, da 1ª Promotoria de Justiça de Nossa Senhora da Glória, enviou oficio à prefeitura municipal requisitando informações quanto a uma manifestação na ouvidoria do Ministério Público Federal, consistente, em síntese, na concessão de gratificações de servidores que não estariam exercendo tais funções.

Narra a manifestação oriunda da Notícia de Fato 1.35.000.000715.2020-43-2 do MPF/SE que a Prefeitura de Glória concedeu gratificação a servidores por exercício extraordinário da função, a despeito de não estarem trabalhando.

Ou seja, segundo consta, Em diário oficial do município de 12/06/2020 diversos servidores públicos foram contemplados com gratificação salarial, sendo que muitos desses não se encontravam em exercício de suas atividades laborativas.

A manifestação que chegou do MPF aponta que em um dos casos citados, um determinado servidor obteve 35% de gratificação especial como diretor de controle de abate e fiscalização de animais, mas o matadouro onde o funcionário desenvolve suas atividades está fechado.

O promotor Alex Maia deu um prazo de 10 dias para o prefeito Chico do Correio encaminhar informações a respeito do fato narrado na notícia de fato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui